URBAN FOREST – Edifício de madeira na Bienal de Veneza

O escritório franco-brasileiro Triptyque Architecture apresentou na 16ª Bienal de Arquitetura de Veneza o edifício URBAN FOREST, o primeiro feito totalmente de madeira no Brasil. O uso da madeira como material estrutural é um modelo para a arquitetura urbana sustentável.

O projeto destaca a naturalização da arquitetura, proporcionando uma experiência sensorial de uma floresta urbana habitável, trazendo a madeira visível e invisível, o uso da vegetação e da paisagem. Com silhueta escalonada, integra-se à topografia desnivelada do bairro Vila Madalena, em São Paulo, onde está sendo construído, criando um passeio arquitetônico amigável que convida ao convívio. A edificação conta com 13 andares e área total de 4.700 m², que será utilizada para coworking, coliving, além de abrigar lojas e restaurantes.

Com o tema freespace as curadoras da Bienal, as arquitetas irlandesas Yvonne Farrell e Shelley McNamara, propõem a reflexão sobre a capacidade da arquitetura de oferecer espaços livres e suplementares aos seus usuários, celebrando o coabitar e não somente o coexistir. A 16ª Bienal de Arquitetura de Veneza vai até 25 de novembro.

Saiba mais:
Triptyque Architecture – https://triptyque.com
16ª Bienal de Arquitetura de Veneza – www.labiennale.org

 

VIEW-7-menor

VIEW-1-F-menor2